top of page
Buscar
  • Foto do escritorPranava

YOGA SUTRA DE PATANJALI - PARTE 8 - A VELOCIDADE DO PROGRESSO NA PRÁTICA


"Sabeis que sofreis por vossa própria culpa.

Nenhum outro vos incita ou vos retem para fazer-vos viver e morrer. 

Fazendo-vos girar na roda da vida e da morte e abraçar e beijar seus raios de agonia."


Edwin Arnold Hoje o estudo do Yoga Sutra de Patanjali nos leva ao sutra I.21, I.22 e I.23, conforme seguem: 

I.2I tivrasamveganamasannah  O samadhi está mais próximo daqueles que possuem um forte desejo (pelo samadhi final) Paramahansa Yogananda disse que "A vontade é o instrumento da imagem de Deus dentro de você. Na vontade reside o poder ilimitado Dele, o poder que controla todas as forças da natureza. Como você foi feito à imagem Dele, esse poder é seu, para realizar o que quer que você deseje." Nós temos no nosso interior o poder para realizar tudo o que quisermos. Se colocarmos toda a nossa energia e vontade em algo, com certeza alcançaremos o objetivo almejado.  Patanjali nos diz que aqueles que possuem imensa vontade em alcançar samadhi final, conseguirão a meta mais rapidamente do praticantes que ainda não desenvolveram essa força de vontade.  Meu amado guru Paramahanda Yogananda, em  "A Lei do Sucesso" nos ensina como podemos desenvolver a força de vontade: “Para criar a força de vontade dinâmica, determine-se a fazer na vida algumas das coisas que você achava que não podia fazer. Tente tarefas simples primeiro. À medida que a sua confiança se fortalecer e a sua vontade tornar-se mais dinâmica, você poderá almejar realizações mais difíceis. Certifique-se de que escolheu bem, depois recuse a se submeter ao fracasso. Empregue toda a sua força de vontade para dominar uma coisa de cada vez; não disperse suas energias, nem deixe algo pela metade para iniciar um novo empreendimento.”

Dedicar-se a uma rotina de práticas auxilia a desenvolver a força de vontade. Crie sua rotina e pratique, pratique, pratique. Intercale suas práticas com estudo sobre os textos sagrados do Yoga. Quanto mais resultados você tiver nas práticas, mais vontade terá de dar continuidade. A auto superação é um grande impulso para a vontade em dar continuidade na prática.  Com grande esforço e vontade indomável,  você poderá alcançará tudo o que quiser. I.22 mrdumadhyadhimatratvattato'pi viseshah Por ser de natureza suave, média e intensa, há também uma diferença (entre os yogins) como consequencia disto. (Glória Arieira) Patanjali nos diz que existem graus de esforço e de desejo, mas, como dito no sutra anterior, o samadhi está mais perto dos yogis que possuem desejo intenso e esforço intenso. No sutra I.23, Patanjali oferece outra opção para se alcançar o samadhi final: 

I.23 ishvarapranidhanadva Ou através da auto-entrega a Isvara (Deus) Aqui, Sri Patanjali nos apresenta uma das partes de seu Ashtanga Yoga. Explicando um pouco mais, para os estudantes iniciantes, o Ashtanga Yoga de Patanjali é composto por 8 membros: 5 Yamas, 5 niyamas (Ishvara Pranidhana está aqui!), asana, pranayama, pratyahara, dharana, dhyana, e samadhi. Niyamas, que são cinco 'princípios ou valores' e a quinta é Ishvara Pranidhana. Patanjali vem nos dizer que através da a entrega, ou seja, a apreciação à Isvara, também é possível alcançar samadhi. Ishvara é o Todo e a causa de tudo. Em sutras posteriores, do I.24 ao I.28, ele nos dá definições de Isvara. (Leia no próximo post, 'Yoga Sutra de Patanjali - Parte 9 - Isvara) Com o entendimento de que tudo o que existe é ISVARA, e que o universo é um corpo único, e eu não sou um ser isolado, eu não domino nada e faço parte de um TODO, eu cedo a ideia e a sensação de individualidade, de ser separado do TODO e de que domino e controlo tudo. Eu entrego minha visão limitada do Eu como separado e reconheço que o individuo está dentro de uma Ordem Maior, que tudo governa. A entrega é a apreciação do TODO que é ISVARA. Com esse entendimento, a devoção acontece naturalmente. "Eu entrego, Confio, Aceito e

Agradeço."         (Prof. Hermógenes) Quando temos o entendimento sobre a grandeza de Isvara, o nosso chakra cardíaco vai se expandindo... com a energia de amor fluindo do chakra cardíaco, ao nos concentrarmos em Isvara, a devoção acontece naturalmente e assim, nos aproximamos da nossa real natureza, livre de limitação. Om Tat Sat. Ju Matos 



67 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page