top of page
Buscar
  • Foto do escritorPranava

Quem é que gosta dos likes das redes sociais? Ahamkara.



Quem está estudando conosco aprendeu que existe um EU base, aquele que é livre de limitações. E que esse EU é então a nossa busca maior, já que o objetivo de todos nós é a felicidade e a libertação do sofrimento causada pela sensação de ser pequeno: a carência de que todo ser humano sofre de alguma forma e que percebe em alguns momentos da vida. Nesse contexto, passamos a nos analisar e aí começa o autoconhecimento.

Se você parar para entender sua vida atual, vai perceber que, por mais feliz que sejam alguns momentos da sua vida, sempre existe uma insatisfação, um 'querer algo mais'. Se não fosse assim, os desejos realizados proporcionariam a felicidade duradoura e nós não sentiríamos a vontade de realizar novos desejos. 


Qual o objetivo maior por trás de um desejo? É ser feliz! 


A última opção é sempre ser feliz! 

Você pode dizer que não é bem assim: 'ah eu ajudo as pessoas porque quero vê-las felizes'. Mas por que você quer ver as pessoas felizes? Pra ficar triste ou feliz? 

Então, quando vamos fazendo o que podemos chamar de 'involução' com um desejo qualquer, ou pratipasava, que nada mais é do que o 'caminho de volta', vamos chegar ao desejo por trás de todos os desejos: a busca pela felicidade.

Em um determinado momento da vida, geralmente já cansados de olhar para o outro, começamos a olhar para nós mesmos. E começamos a perceber que talvez estejamos buscando pela felicidade de maneira errada... ou no lugar errado. E aí nós conseguimos ver que estamos sempre sofrendo e que a responsabilidade pode ser nossa! E o desejo pela libertação do sofrimento então nasce! E que benção quando isso acontece! Porque aí se inicia uma busca pelo conhecimento maior e é assim que muitos alunos são atraídos para as aulas de Yoga! 

E aí seu professor de Yoga e Vedanta te diz que você é algo diferente do que imagina ser! Diz que você é um ser completo, livre de qualquer sofrimento ou limitação da matéria e que só sofre porque está encoberto pela ilusão de ser esse corpo. A identificação com o corpo físico é tão intensa (causada por maya e avidya) que nos torna temporariamente cegos.

E passamos a nossa vida (muitas vidas!) acreditando sermos esse corpo material, identificados então com o 'ego', ahamkara em sânscrito.

Para entendermos melhor, ahamkara é aquele que cresce quando é elogiado, (ahamkara adora aplausos e likes das redes sociais rs), e é aquele com o qual devemos tomar cuidado. Praticantes de Yoga geralmente sofrem com o 'ego inflado' pois realmente tornam-se um diferencial entre os seres humanos, já que aprendem termos em sânscrito, posturas desafiadoras e um controle da mente. 


Esse texto foi escrito para te fazer questionar: qual o objetivo com sua prática agora? Qual satisfação você busca agora? Busca aprovação do outro através de elogios (muitas vezes não verdadeiros) e prazeres materiais? O querer ser diferente para chamar a atenção do outro? Ou busca a humildade, a vida simples proposta pelos grandes yogis e o conhecimento de si mesmo, e do Todo? 


'bhavān eva pariśīlayatu'! Pense nisso você mesmo! 


Om Shri Gurubhyo Namaha 

Hari Om


Por: Ju Matos

64 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page