top of page
Buscar
  • Foto do escritorPranava

Por que o dia 21 de junho foi escolhido como o Dia Internacional do Yoga?

Atualizado: 18 de jul. de 2020


21 de junho é o dia mais longo do hemisfério norte quando o sol brilha por mais tempo. É chamado solstício de verão, um fenômeno astrológico que acontece duas vezes por ano: uma no verão e uma no inverno. No solstício de verão o sol se inclina mais do que o normal e ilumina por mais tempo o hemisfério norte. 


Podemos dizer que o Yoga é como um sol, que traz a  a clareza da mente e a luz do autoconhecimento. Por isso, a data escolhida pela India foi adotada como o Dia Internacional do Yoga pelas Nações Unidas.


Guru Purnima - Índia (Swami homenageando Guruji Shri Yogananda)


Mostrando a importância desta época, na primeira lua cheia após o solstício de verão acontece o grande festival dedicado aos gurus, o Guru Purnima. 

O Dia Internacional do Yoga é um presente da Índia para o mundo. A idéia de marcar o dia mais longo do ano no Hemisfério Norte, em 21 de junho, como o Dia Internacional do Yoga, foi proposta pelo Primeiro Ministro indiano Narendra Modi à Assembléia Geral das Nações Unidas em 2014.

Ju e Victor na Índia em fevereiro de 2020


Aqui no Brasil o solstício de verão acontece em dezembro. Mas, nós podemos nos conetar com a energia de comemoração ao Yoga e fazer nossas homenagens à tradição vedica.


Deixaremos aqui como presente e homenagem à esse dia tão auspicioso e tão importante aos yogis do mundo todo, a oração pela paz mundial. 

|| śānti-pāṭhaḥ ||

 om svasti prajābhyaḥ paripālayantām |

 nyāyena mārgeṇa mahīṁ mahīśāḥ ||

 gobrāhmaṇebhyaḥ śubhamastu nityaṁ |

 lokāḥ samastāḥ sukhino bhavantu ||


 kāle varṣatu parjanyaḥ | 

 pṛthivī sasyaśālinī ||

 deśo'yaṁ kṣobharahitaḥ |

 brāhmaṇāssantu nirbhayāḥ ||


 sarveṣāṁ svastirbhavatu |  sarveṣāṁ śāntirbhavatu ||  sarveṣāṁ pūrṇaṁ bhavatu |  sarveṣāṁ maṅgalaṁ bhavatu ||  sarve bhavantu sukhinaḥ |  sarve santu nirāmayāḥ ||  sarve bhadrāṇi paśyantu |  mā kaścid-duḥkha-bhāg-bhavet ||


 asato mā sadgamaya |  tamaso mā jyotirgamaya |  mṛtyormā amṛtaṁ gamaya ||  om pūrṇamadaḥ pūrṇamidaṁ pūrṇāt pūrṇamudacyate |  pūrṇasya pūrṇamādāya pūrṇamevāvaśiṣyate ||  om śāntiḥ śāntiḥ śāntiḥ ||


Oṁ. Que a prosperidade e o bem-estar sejam glorificados. Que os governantes nos governem com retidão e justiça. Que a sabedoria e o conhecimento sejam protegidos. Que todos os seres, em todos os lugares, sejam felizes.


Que as chuvas cheguem no momento adequado; que a terra seja fértil; 

que o país esteja em paz; que os sabios estejam seguros.


Oṁ, que haja prosperidade para todos; que todos vivam em paz; 

que todos sintam a plenitude; que todos estejam bem; 

que todos sejam felizes; que todos sejam saudáveis; 

que todos vejam o bem; 

que ninguém sofra.


Oṁ, a ignorância vá embora e que venha a verdade; 

que as trevas se dissipem e a luz brilhe; 

que se vá a morte e venha a imortalidade.


Oṁ. Isto (o manifestado) é Pleno, aquilo (o não-manifestado) é Pleno. O Pleno (que é o efeito) vem do Pleno (que é a causa). Tirando-se o Pleno (que é o efeito) do Pleno (que é a causa), somente Pleno permanece. 


Que haja paz, paz, paz.


Om Tat Sat


Oṁ śrī gurubhyo namaḥ

Hariḥ O


Texto Juliana Matos


278 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page