top of page
Buscar
  • Foto do escritorPranava

O amor



Yoga é poder observar o pensamento que surge no impulso e então direcionar a mente de forma com ela não cause ainda mais sofrimento à nós mesmos, através de atitudes descontroladas. É ter uma capacidade de entender sobre você de forma que você possa viver uma vida plena e feliz.

A felicidade é a medida.

Não é você estar eufórico, é você estar tranquilo com você mesmo, satisfeito, acolhendo a pessoa que você é, aquilo que você é. Aí você diz que o que falta é AMOR. Realmente. Para buscar o autoconhecimento é preciso ter minimamente um amor por você mesmo, por essa pessoa que você é. Esse é o início de uma vida de Yoga. É você poder apreciar a pessoa que você é, do jeito que você é agora e não aquela que você deseja ser. Esse amor vai abrir a porta para que você descubra quem verdadeiramente é.

Quando buscamos amor - ou alguém que nos ame, alguém para amar - estamos buscando ananda, a felicidade. Todos os amores derivam desse amor: o amor por ananda. Eu amo o outro porque ele me ajuda a acolher a pessoa que sou, a estar bem comigo mesmo, a ver o valor que tenho. Então, eu amo a pessoa. Mas qualquer obstrução entre mim e a felicidade, esse amor se torna tantas outras emoções: raiva, irritação, violência, ciúme... Percebe como o que você busca não é amor, mas sim felicidade? Você já é todo o amor e a felicidade que procura. Pense nisso. Om. Tat. Sat.

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page