top of page
Buscar
  • Foto do escritorPranava

Diwali - o Festival das Luzes

Atualizado: 11 de nov. de 2023






दीपवलि

Dīpāvali  ou Diwali - o Festival das Luzes Dīpāvali, , com o tempo se tornou Diwali em hindi. Mas, no sul indiano a palavra não sofreu qualquer alteração e, portanto, o festival é chamado Dīpāvali. Diwali é uma festa hindu, onde a homenageada é a Deusa Lakṣmī, a deusa da riqueza (esta riqueza engloba todos os aspectos das nossas vidas). É comemorada entre o fim de outubro e início de novembro, no 14º dia da Lua Minguante. Neste ano, comemora-se no dia 27 de outubro. Neste dia são colocadas muitas lamparinas em fileiras pelas casas, convidando a Deusa Lakṣmī para que venha até a nossa casa e nos traga todo tipo de riqueza. Diwali, é uma tradição na India, que é comemorado todos os anos com muita alegria e. Simbolicamente, a festa comemora a vitória da luz sobre a escuridão, da verdade sobre o engano, do conhecimento sobre a ignorância. Na Índia, é um festival especial para comerciantes e homens de negócios, pois é o dia em que finalizam o ano contábil para iniciar um novo. É realizado uma puja para Lakṣmī onde os livros contábeis são oferecidos no altar. Não por acaso, essa mesma data também marca o fim da temporada de colheita na Índia. Trata-se de um período de real abundância, beleza, renovação e reunião, e deve ser comemorado por todos aqueles que desejam essas qualidades nas suas vidas. Sobre Mahā Lakṣmī Hoje Lakṣmī é associada à riqueza material. Porém ela representa muito mais do que isso. Ela representa todo tipo de riqueza que existe em nossas vidas: família, saúde, segurança, mente clara, inteligência...  Ela nasceu do Oceano de Leite. Para descobrir o néctar da imortalidade, devas e asuras juntaram-se para bater o Oceano de leite. Pegaram uma montanha colocaram no meio do oceano. Amarraram uma cobra no meio e cada um deles puxou de um lado fazendo a cobra como corda para que, assim, a montanha batesse o oceano de leite. Começaram a bater e muitas coisas surgiram desse oceano. Uma delas foi Lakṣmī que surgiu sentada em numa flor de Lótus. Quando ela apareceu, os deuses ficaram encantados. Nesta história, que ilustra o seu nascimento, o Oceano de Leite representa a mente purificada. Portanto, Lakṣmī é aquela que nasceu da mente purificada, simbolizando, assim, as riquezas da mente. Outras histórias sobre a origem do Diwali Em muitas partes da Índia, contam que a origem do festival aconteceu por ocasião de uma festa de comemoração ao retorno de Rama, ao seu reinado, após 14 anos de exílio na floresta. O reino de Ayodhyā, na completa escuridão, acendeu-se para receber de volta seu querido rei. Pelas ruas e nas varandas de suas casas, as pessoas acenderam em fileiras (avali) lâmpadas de óleo (dīpas), que, assim como os seus corações, brilharam calorosamente para receber Rāma. Além de comemorar a volta de Rāma para Ayodhyā em uma noite escura, foi também na mesma data que os Pāṇḍavas retornaram do exílio a que foram submetidos por obra do maléfico Duryodhana. Como comemorar o Diwali Abaixo, preparamos algumas instruções para que você possa comemorar, em sua própria casa, essa data tão significativa, invocando prosperidade para a sua casa e seus negócios. LIMPEZA – śauca Faça uma limpeza geral na casa, e convide a família para participar. Deixamos a casa limpa e linda para receber Lakṣmī Devī. Mesmo que esteja limpa, varra simbolicamente a entrada principal da casa. Realize alguma técnica de concentração, para limpar a mente de pensamentos repetitivos. DECORAÇÃO

Decore sua casa com flores. Penduramos folhas de mangueira presas em um cordão branco na entrada, para trazer prosperidade. Na Índia, as mulheres, confeccionam o rangoli, que é um desenho, estilo mandala, feito com algum material colorido (na Índia utilizam-se pós coloridos ou mesmo diferentes tipos de grãos) em frente a porta de entrada principal da casa. Você pode usar sua imaginação e fazer o seu com o que tiver em casa. APRECIAÇÃO À ISVARA NA FORMA DE LAKṢMĪ Faça um ritual, pūjā, ou orações para Gaṇeśa, o removedor dos obstáculos, e, em seguida, para Lakṣmī. Sempre realizamos algum mantra à Ganeśa inicialmente. Se não tiver um altar, você pode usar imagens impressas para realizar suas orações. Você pode oferecer incenso, flores e frutas, cantar alguns mantras, usar algum áudio de mantra, ou mesmo fazer alguma oração espontânea. Orações espontâneas valem muito mais do que mantras cantados sem entendimento ou pronunciados de forma errada. Para Gaṇeśa, você pode cantar repetidas vezes: Om gaṃ gaṇapataye namaḥ , que é um mantra simples e fácil de pronunciar. Para Lakṣmī, você pode cantar (se souber) ou apenas ouvir o Mahālakṣmī Aṣṭakam ou cante repetidas vezes: Oṁ śrī lakṣmī ki jay REFEIÇÕES Para o almoço, prepare com amor uma refeição bem saborosa. Sobremesas também são preparadas nesse dia. Gaṇeśa gosta muito de Modaka. (veja a receita ao final do texto) ACENDENDO AS LAMPARINAS Á noite, vista roupas novas e prepare-se para acender as lamparinas. Se puder, use lamparinas de óleo. Se não tiver lamparinas, use velas comuns. Acenda-as por toda a casa, nas janelas, nas portas. Quando acendemos a primeira lâmpada, cantamos o mantra a seguir. dīpajyotiḥ paraṃ brahma dīpajyotirjanārdanaḥ dīpo haratu me pāpaṃ dīpajyotirnamo’stu te O brilho da lâmpada é o ilimitado. O brilho da lâmpada é aquilo que move as pessoas. Que a lâmpada destrua meu sofrimento. Saudações ao brilho da lâmpada. Se não souber cantar, apenas acenda a primeira lamparina com um gesto de reverencia à forma simbólica da lamparina, que é Isvara, na forma do removedor do escuro véu das nossas limitações. Você também pode utilizar o mantra a seguir: asato mā sadgamaya tamaso mā jyotirgamaya mṛtyormā amṛtaṃ gamaya Leve-me do irreal para o real Da escuridão para a luz Da morte para a imortalidade Se não for familiarizado com o sânscrito, você pode repetir a seguinte afirmação para o Diwali: ‘A luz da prosperidade divina acabou de irromper o escuro véu das minhas limitações.’ (Paramahansa Yogananda) 

💜 Desejo um feliz e muito iluminado Diwali a todos vocês! Hariḥ om

Juliana Matos.

Ānanda Vidyā é o nome do novo centro de estudos de Yoga, Vedānta, Sânscrito e Mantras, da professora Juliana. Teremos muitos eventos e novos cursos em 2024. Tudo está sendo preparado com muito amor! Iniciaremos no dia 27/11.

Até breve!

Site e redes sociais ainda em construção:


@anandavidya_ - Instagram

anandavidya_ - Youtube

177 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page